Resultados da busca

3119 resultados encontrados para ""

  • Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás

    Reajuste será nas refinarias e entra em vigor amanhã. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 09:54 A Petrobras anunciou hoje (1º) um novo aumento nos preços da gasolina, do óleo diesel e do gás de botijão vendidos nas refinarias. A partir de amanhã (2), a gasolina ficará 4,8% mais cara, ou seja, R$ 0,12 por litro. Com isso, o combustível será vendido às distribuidoras por R$ 2,60 por litro. O óleo diesel terá um aumento de 5%: R$ 0,13 por litro. Com o reajuste, o preço para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,71 por litro a partir de amanhã. Já o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de botijão ou gás de cozinha, ficará 5,2% mais caro também a partir de amanhã. O preço para as distribuidoras será de R$ 3,05 por quilo (R$ 0,15 mais caro), ou seja R$ 36,69 por 13 kg (ou R$ 1,90 mais caro). Segundo a Petrobras, seus preços são baseados no valor do produto no mercado internacional e na taxa de câmbio. “Importante ressaltar também que os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis”, destaca nota divulgada pela empresa. Por Revista Imagem | Texto: Vitor Abdala

  • Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda começa hoje

    Receita espera receber 32,6 mi de declarações até 30 de abril. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 09:52 Desde as 8 horas de hoje (1º), o contribuinte pode começar a prestar contas com o Leão. Nesta segunda-feira começa o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 (ano-base 2020). O programa para computador está disponível na página da Receita Federal na internet desde a última quinta-feira (25). O prazo de entrega vai até as 23h59min de 30 de abril. Neste ano, o Fisco espera receber 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações. Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar. Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote). Novidades As regras para a entrega da declaração do Imposto de Renda foram divulgadas na semana passada pela Receita. Entre as principais novidades, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial para quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos” para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos. O prazo para as empresas, os bancos e demais instituições financeiras e os planos de saúde fornecerem os comprovantes de rendimentos acabou na última sexta-feira (26). O contribuinte também deve juntar recibos, no caso de aluguéis, de pensões, de prestações de serviços, e notas fiscais, usadas para comprovar deduções. Por Revista Imagem | Texto: Wellton Máximo

  • Pandemia: Governo de RO mantém restrições mas municípios não seguem

    Falta de fiscalização do Estado leva municípios rondonienses a desrespeitarem o enquadramento e agirem por conta própria. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 09:37 O alarmante crescimento de casos da Covid-19 no Estado, somado ao aumento de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), foram alguns dos critérios avaliados pelo Governo de Rondônia que publicou na noite de sexta-feira (26) a Portaria Conjunta nº 31, de 26 de fevereiro de 2021, trazendo o enquadramento de todos os municípios rondonienses e mantendo-os na Fase 1 do Plano Todos por Rondônia. Para se ter uma ideia da gravidade, a maioria dos municípios está com uma taxa de ocupação de leitos acima de 95,50%. Porém, Porto Velho aparece entre os municípios que apresentam o maior índice, atingindo 97,10% e com cerca de 1.536 casos de pessoas acometidas pela Covid-19 nos últimos 7 dias, além de 8.021 casos ativos registrados no dia 26 de fevereiro. A Portaria Conjunta define quanto ao prazo de permanência dos municípios nas referidas fases, obrigatoriamente, o mínimo de 14 dias, ressalvada a hipótese que discorre sobre a possibilidade de manutenção, evolução e retroação dos municípios, nas respectivas fases, conforme estudos realizados pelas secretarias responsáveis, das quais emitirão por ato próprio, os ajustes necessários, dada a realidade de cada cidade e sua devida regulamentação. O artigo 2 da Portaria estabelece o cronograma de publicação da próxima classificação para a data provável de 13 de março de 2021, utilizando dados do período 27 de fevereiro de 2021 a 12 de março de 2021. Porém, a falta de fiscalização do Estado nos municípios do interior leva as prefeituras rondonienses a desrespeitarem o enquadramento e agirem por conta própria. Apesar do governo do estado divulgar recorrentes ações de fiscalizações, essas ações acontecem apenas em Porto Velho. Nas cidades do interior como em Vilhena, por exemplo, nenhuma fiscalização tem sido realizada, e por conta disso, o município segue com todas as atividades comerciais funcionando, mesmo aquelas proibidas na fase 1 do plano estadual. Por Revista Imagem | Da redação - Fonte: Governo de Rondônia

  • Maior do ano: PRF quase 60kg de pasta base de cocaína em Pimenta Bueno

    Droga ilícita poderia render mais de R$ 7 milhões aos infratores. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 09:29 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Pimenta Bueno, durante fiscalização na BR 364 interceptou um carregamento de pasta base de cocaína, transportado por um homem, que viajava sozinho. O infrator disse que buscou a droga ilícita na capital rondoniense (Porto Velho) e a entregaria no estado do Espírito Santo. A ocorrência foi registrada na noite da sexta-feira (26). No total, 56,16 Kg da droga ilícita, que eram transportados escondidos em um veículo de passeio foram encontrados e encaminhados à Polícia Civil para destruição. Conforme estimativas do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, o material apreendido poderia render mais de R$ 7 milhões aos infratores. Essa foi a maior apreensão do ano, realizada pela PRF/RO, nas BRs do estado. Cocaína em Rondônia Apenas em janeiro e fevereiro de 2021, a Polícia Rodoviária Federal em Rondônia já apreendeu 212,76 Kg de cocaína. Esse número é 3 vezes maior do que a quantidade interceptada no mesmo período do ano passado (67,95 Kg). Por Revista Imagem | Fonte: PRF

  • Começou hoje novo horário de atendimento no judiciário estadual de Rondônia

    Atendimento presencial continua suspenso nos fóruns, mas atendimento virtual e expediente dos servidores será das 7h às 14h. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 09:20 Conforme aprovado pelo Pleno do Tribunal de Justiça de Rondônia, em sessão realizada segunda-feira (22), o novo horário de expediente do Poder Judiciário em todo estado será, a partir desta segunda (1), das 7h às 14h, com intervalo intrajornada de 30 minutos. Concomitantemente à Resolução que estabelece a nova jornada de trabalho nos órgãos do Poder Judiciário do Estado de Rondônia será publicada mais um Ato Conjunto entre Presidência e Corregedoria-Geral da Justiça, que prorrogará e alterará os atos 004/2021 e 20/2020. Ambos dispõem sobre o enquadramento do Tribunal de Justiça e das comarcas nas etapas do Plano de Retorno Programado às Atividades Presenciais, em função das medidas de isolamento social decretadas em razão da pandemia de COVID-19. O ato 007/2021 prorroga até o dia 28 de março o enquadramento de todas as comarcas de Rondônia, na 1ª (primeira) Etapa do Plano de Retorno Programado. Porém, o atendimento externo será adequado para 7h às 14h, exclusivamente por meio da sala virtual (Google Meet), telefones e e-mails das unidades judiciais e administrativas, salvo inadiável necessidade a ser apreciada pelo juiz da causa ou do diretor do fórum, conforme o caso, para evitar perecimento de direito. Nos processos criminais, inclusive eletrônicos, no horário das 7h às 14h dos dias úteis, o juiz natural fará a análise dos flagrantes e demais medidas urgentes que forem distribuídas nesse período, observando-se quanto aos flagrantes que a respectiva análise deva ocorrer no prazo de 24 horas, contados da distribuição da comunicação. Continuam suspensos os prazos dos processos físicos. Nesta 1ª etapa continua suspenso o atendimento presencial ao público, sendo que o atendimento às partes, advogados, membros do Ministério Público, Defensoria Pública e Procuradoria deverá ser realizado remotamente, pelos meios tecnológicos disponíveis ou por telefone, salvo comprovada e inadiável necessidade a ser apreciada pelo juiz da causa ou do diretor do Fórum. Serão mantidas, também, até o final de março, a medida sanitária de no máximo 1 (um) servidor por sala. Nas unidades que tramitam processos eletrônicos, as atividades serão desenvolvidas, preferencialmente, em sistema de trabalho remoto (home office). Já nas unidades cujo espaço físico comportar mais de 1 (um) servidor sem risco à segurança sanitária, o gestor poderá encaminhar pedido de autorização de incremento da força de trabalho ao Gabinete de Gerenciamento de Crise. As unidades em que tramitam processos físicos poderão fazer rodízio de servidores, com segundo turno de expediente interno, respeitados os limites de servidores por sala e o distanciamento obrigatório. Economia A mudança de horário representa economia para os recursos públicos, com redução do valor pago aos servidores em auxílio-transporte e diminuição significativa dos custos com água e energia elétrica, além do impacto positivo na qualidade de vida do servidores e magistrados, e a busca pela redução de índices de absenteísmo. Com altos índices de produtividade, os magistrados e servidores do TJRO foram reconhecidos nas duas últimas edições do Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com o prêmio Diamante, destacando-se como um dos melhores tribunais do país. Um fator relevante neste cenário foi a manutenção da elevada qualidade dos serviços prestados à população durante a pandemia, mesmo sem o planejamento adequado de mudança para jornada em sistema home office emergencial, adotado para este período. Consultados, os representantes dos servidores, por meio do sindicato, e dos magistrados, por sua associação, foram favoráveis ao novo horário de 7 horas corridas. Por Revista Imagem | Fonte: TJRO

  • Nova cepa do coronavírus que circula em RO gera carga viral 10 vezes maior

    A pesquisa foi realizada entre março de 2020 e janeiro deste ano, pela Fiocruz. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 08:55 Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) constatou que a pessoa infectada pela cepa brasileira P.1 do novo coronavírus (SARS-CoV-2), identificada primeiramente no Amazonas, provoca uma carga viral - quantidade de vírus no corpo - dez vezes maior nos pacientes contaminados, do que as outras variantes do vírus. O artigo que divulga os dados da pesquisa, realizada entre março de 2020 e janeiro deste ano, foi assinado por 29 especialistas. A pesquisa ainda não foi publicada oficialmente, mas está disponível na plataforma Research Square, que permite que artigos sejam debatidos por especialistas antes da publicação em uma revista científica. Durante o estudo, pesquisadores concluíram que o aumento da quantidade de vírus no nariz e na garganta amplia a possibilidade de transmissão. E esse pode ter sido o motivo que levou a cepa de Manaus a se espalhar tão rápido pelo Amazonas. A pesquisa apontou ainda que a carga viral de P.1 não varia entre homens idosos e adultos de outras idades. Também não houve diferença na carga viral de homens e mulheres, por isso ela pode ser igualmente transmissível por qualquer pessoa acima de 18 anos. Com base nas amostras, pesquisadores apontam que isso é diferente do que acontece com as outras cepas, em que os homens idosos têm uma carga viral mais alta. No entanto, ter uma maior carga viral não necessariamente piora a situação da covid-19 no paciente. Presença da variante em Rondônia Em Rondônia, pesquisadores da Fiocruz confirmaram que a cepa P.1 é uma das variantes do coronavírus que circulam atualmente no Estado. As análises foram realizadas com base em amostras de pacientes coletadas em diferentes municípios, incluindo a capital, Porto Velho. As amostras foram coletadas entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021. Médico infectologista, Juan Miguel Villalobos-Salcedo pontuou que não se pode afirmar que as novas variantes, identificadas em Rondônia, são mais agressivas e estão relacionadas ao aumento considerável no número de mortes, verificado no estado a partir do último semestre do ano passado. Ele explicou que a principal característica encontrada, a partir das análises realizadas, é o alto potencial de transmissão do vírus, inclusive entre os mais jovens. “Quanto mais casos ativos tivermos em uma população, mais chances nós temos de propagar a doença e, consequentemente, mais possibilidades teremos de provocar novas mutações do vírus”, destacou. Evolução da cepa A Fiocruz afirma que a P.1 teria evoluído de uma outra cepa que circulava pelo Amazonas - a chamada B.1.1.28 - em novembro de 2020 e foi detectada pela primeira vez em Manaus em 4 de dezembro. Por Revista Imagem | Fonte: Portal da Cidade Porto Velho

  • Vilhena entra no quarto dia sem mortes por covid-19, mas internações aumentam

    O número de pacientes internados aumentou no fim de semana; 34 pacientes estavam internados em isolamento sendo 17 na UTI. Revista Imagem - Vilhena-RO | 01/03/2021 - 08:45 Vilhena não registrou mortes por covid-19 neste fim de semana. Já são quatro dias sem óbitos pela doença no município que permanece com 169 vítimas da covid-19 desde o início da pandemia em Vilhena em 5/4/2020. Do total de vítimas, 81 mortes aconteceram apenas nos 55 primeiros dias de 2021. Foram 47 mortes em Janeiro e 34 em fevereiro. Do total de mortes registradas em Vilhena, 137 são de vilhenenses e 32 são de moradores de outras cidades que estavam em tratamento em Vilhena. No sábado (27) foram registradas 32 novos casos e no domingo (28) apenas 4 casos foram registrados. O número total de diagnósticos no município é de 8.417 infectados, sendo 3.545 casos apenas de janeiro para cá. Fevereiro terminou com 1.129 novos casos registrados, uma média de 49 novos casos por dia. Janeiro, mantem a maior média da pandemia com 78 novos casos diários, e um total de 2.416 casos registrados no mês. Segundo a prefeitura de Vilhena, o números de casos ativos (pessoas que ainda podem transmitir o vírus para outros) aumentou de 372 para 392. O número de pacientes recuperados é de 7.888 pacientes. O município já vacinou 2.547 pessoas contra o coronavírus. A lista de vacinados em Vilhena pode ser acessada e conferida aqui. O número de pacientes internados aumentou no fim de semana. Até a noite de ontem, 34 pacientes estavam internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19 e Hospital Regional de Vilhena, sendo 21 de Vilhena. Destes, 17 estão na UTI, sendo 14 intubados. As taxas de ocupação de leitos para covid-19 em Vilhena eram de 85% na UTI e 48% nas Enfermarias. Por Revista Imagem | Texto: José Antonio Sant'Ana

  • Vilhena tem segundo dia sem mortes por covid-19; cidade tem 372 casos ativos

    Ontem, porém, foram registrados 43 novos casos da doença em Vilhena. Revista Imagem - Vilhena-RO | 27/02/2021 - 08:55 Vilhena não registrou mortes por covid-19 nesta sexta-feira (26). O município permanece com 169 vítimas da doença desde o início da pandemia em Vilhena em 5/4/2020. Do total de vítimas, 81 mortes aconteceram apenas nos 55 primeiros dias de 2021. Foram 47 mortes em Janeiro e 34 em fevereiro. Do total de mortes registradas em Vilhena, 137 são de vilhenenses e 32 são de moradores de outras cidades que estavam em tratamento em Vilhena. Ontem, porém, foram registrados 43 novos casos da doença em Vilhena. O número total de diagnósticos no município é de 8.381 infectados, sendo 3.509 casos apenas de janeiro para cá. A média diária em Vilhena é de 45,6 novos casos por dia em fevereiro. Janeiro, mantem a maior média da pandemia com 78 novos casos diários. Segundo a prefeitura de Vilhena, o números de casos ativos (pessoas que ainda podem transmitir o vírus para outros) aumentou de 348 para 372. O número de pacientes recuperados é de 7.872 pacientes. O município já vacinou 2.547 pessoas contra o coronavírus. A lista de vacinados em Vilhena pode ser acessada e conferida aqui. Até a noite de ontem, 27 pacientes estavam internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19 e Hospital Regional de Vilhena, sendo 15 de Vilhena. Destes, 16 estão na UTI, sendo 9 intubados. As taxas de ocupação de leitos para covid-19 em Vilhena eram de 85% na UTI e 44% nas Enfermarias. Por Revista Imagem | Texto: José Antonio Sant'Ana

  • Adolescentes são presos com 14 kg de drogas em Vilhena e Ariqeuemes

    Menores infratores foram flagrados pela PFR com carregamentos de maconha e skunk. Revista Imagem - Vilhena-RO | 26/02/2021 - 08:15 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia, durante fiscalização na BR 364, interceptou dois carregamentos distintos de drogas. O que mais chama atenção é o fato de que, em ambos os casos, os transportadores eram menores de idade, uma moça de 16 anos e um rapaz de 17. As ocorrências foram registradas nesta quinta-feira (25). Em Vilhena, um adolescente foi flagrado com 11 tabletes de maconha em sua bagagem. Ao ser questionado sobre a origem e destino da carga, informou ter ido buscar a droga no Paraguai e que a deixaria em Ariquemes. A segunda ocorrência foi registrada justamente no município de Ariquemes. Ao realizar uma abordagem a um taxi, a guarnição encontrou na bagagem de uma passageira quase 4 kg de skunk. Conforme apurado pela equipe policial, a menor foi buscar a mercadoria em Cacoal e a levaria para a capital rondoniense. No total, 10.5 Kg de maconha e 3.96 kg de skunk foram apreendidos e os dois infratores encaminhados à Polícia Judiciária. Por Revista Imagem | Fonte: PRF

  • Covid-19: Vilhena tem 35 novos casos e Brasil registra recorde de mortes

    Ontem o país registrou novo recorde de mortes diárias com 1.541 óbitos contabilizados. Revista Imagem - Vilhena-RO | 26/02/2021 - 07:55 Vilhena não registrou mortes por covid-19 nesta quinta-feira (25). O município permanece com 169 vítimas da doença desde o início da pandemia em Vilhena em 5/4/2020. Do total de vítimas, 81 mortes aconteceram apenas nos 55 primeiros dias de 2021. Foram 47 mortes em Janeiro e 34 em fevereiro. Do total de mortes registradas em Vilhena, 137 são de vilhenenses e 32 são de moradores de outras cidades que estavam em tratamento em Vilhena. Ontem, porém, foram registrados 35 novos casos da doença em Vilhena. O número total de diagnósticos no município é de 8.338 infectados, sendo 3.466 casos apenas de janeiro para cá. A média diária em Vilhena é de 45,6 novos casos por dia em fevereiro. Janeiro, mantem a maior média da pandemia com 78 novos casos diários. Segundo a prefeitura de Vilhena, o números de casos ativos (pessoas que ainda podem transmitir o vírus para outros) diminuiu de 398 para 348. O número de pacientes recuperados é de 7.853 pacientes. O município já vacinou 2.537 pessoas contra o coronavírus. A lista de vacinados em Vilhena pode ser acessada e conferida aqui. Até a noite de ontem, 24 pacientes estavam internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19 e Hospital Regional de Vilhena, sendo 13 de Vilhena. Destes, 15 estão na UTI, sendo 8 intubados. As taxas de ocupação de leitos para covid-19 em Vilhena eram de 75% na UTI e 36% nas Enfermarias. Rondônia e Brasil Já em Rondônia, foram contabilizadas 14 novos óbitos, além de 999 novos casos. No total o estado tem 2.801 óbitos e 146.426 casos confirmados. No Brasil, as mortes pelo novo coronavírus ao longo da pandemia subiram para 251.498 óbitos. Ontem o país registrou novo recorde de mortes diárias com 1.541 óbitos contabilizados. Já o número de pessoas infectadas desde o início da pandemia subiu para 10.390.461. Ontem foram registrados 65.998 novos casos. Por Revista Imagem | Texto: José Antonio Sant'Ana

  • Prefeitura apresenta dados do 3° quadrimestre de 2020 em audiência virtual

    Transmissão completa está disponível no Youtube e Facebook da Prefeitura de Vilhena. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 16:34 As secretarias da Prefeitura de Vilhena apresentaram suas metas fiscais e detalhes de boa parte de suas ações na audiência pública referente ao terceiro quadrimestre de 2020 no formato de live (transmissão ao vivo pela internet). Visto que eventos presenciais estão sendo realizados com número reduzidos de participantes devido às medidas de proteção contra a covid-19, a audiência foi realizada sem público e por meio da internet através dos canais da Prefeitura no Youtube e Facebook. Organizada pela Secretaria Municipal de Comunicação, a transmissão exibiu na tela os diversos dados que cada secretaria separou para prestar contas dos meses de setembro a dezembro do ano passado, conforme exige a Lei de Responsabilidade Fiscal. O Prefeito Eduardo Japonês que nesta semana está em Brasília em busca de recursos, enviou um vídeo para dar início às apresentações. “Cada representante das secretarias sabem das necessidades dos recursos para o nosso município, por isso estou aqui em Brasília. Espero que a população esteja participando e envolvida para saber o que está acontecendo em Vilhena, trabalhamos muito e queremos mostrar o nosso serviço, com transparência,” disse Eduardo. Antes realizada um dia antes e de forma à parte, neste ano a Secretaria Municipal de Saúde apresentou suas ações juntamente com as demais secretarias. A audiência completa está disponível para visualização no canal do Youtube e também no Facebook da Prefeitura de Vilhena. Os links podem ser acessados ao fim do texto. TRANSPARÊNCIA – O novo formato das audiências públicas realizada pelo município, traz comodidade para o cidadão. A transmissão fica registrada nas páginas oficiais da Prefeitura, podendo ser acessada a qualquer instante, não tendo a necessidade de ser acompanhada no momento em que é realizada. ATIVIDADES REDUZIDAS - Durante o período de pandemia, diversas atividades e eventos da Prefeitura estão sendo realizadas de forma remota e muitas outras foram canceladas. A Prefeitura segue com atendimentos em todas as secretarias realizados por agendamento e seguindo os protocolos de saúde mantendo o distanciamento social. Parte dos servidores estão em home office ou por meio de escalas alternadas dentro da equipe de seu setor, ação esta para combater a disseminação do vírus em nosso município. Veja a audiência no vídeo abaixo. Por Revista Imagem | Fonte: Semcom

  • Governo e sociedade civil debatem proposta de concessão da Flona do Jamari

    Contribuições do Conselho Consultivo da Flona do Jamari e da audiência pública visam a melhoria do documento final. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 10:52 O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) coordenou a reunião extraordinário do Conselho Consultivo da Floresta Nacional do Jamari e a audiência pública para debater a proposta do edital de concessão florestal do lote III da Floresta Nacional (Flona) do Jamari, em Rondônia. Os encontros virtuais aconteceram, respectivamente, nos dias 23 e 24 e contaram com a participação de autoridades dos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Candeias de Jamari, empresários do setor madeireiro, estudantes, moradores da região, representantes do SFB, do Ibama, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), BNDES, organizações não-governamentais e associações locais. O objetivo dos eventos foi detalhar o processo de concessão florestal e apresentar a proposta de edital para a concessão da Unidade de Manejo Florestal (UMF) V da Flona do Jamari, com uma extensão de 38.4 mil hectares. Essa área fazia parte da UMF III, que foi concedida à empresa Amata, em 2008. No entanto, esse contrato foi extinto, em 2020, por meio de um distrato amigável e permitiu a inclusão da UMF em novo processo licitatório. A realização da audiência pública está inserida na Lei 11.284/2006 e visa dar transparência ao processo de concessão florestal e ouvir a comunidade e o setores público e privado envolvidos no processo. “A voz da comunidade que vive na floresta está presente na construção do edital e reforça a necessidade de aliar a sua conservação com a produtividade oriunda do manejo florestal sustentável”, explica diretor-geral adjunto do SFB, João Crescêncio. O diretor de Concessão Florestal e Monitoramento do SFB, Paulo Carneiro, destacou que a realização da audiência é uma oportunidade para apresentar de maneira clara os dispositivos do edital. “Nesse momento, é importante receber as contribuições que possam ajudar na melhoria do edital e na formatação do futuro contrato de concessão florestal”. Concessões A Lei de Gestão de Florestas Públicas permite ao poder público conceder a pessoas jurídicas, incluindo empresas, cooperativas e associações de comunidades locais, permissão para realizar o manejo florestal sustentável para extrair produtos madeireiros e não madeireiros e para oferecer serviços de turismo. As empresas concessionárias são selecionadas por processo de concorrência pública, que avalia as propostas técnica e de preço recebidas. A Floresta Nacional (Flona) do Jamari está situada no norte do estado Mapa site Edital 01 2017 UMF IIde Rondônia, nos municípios de Itapuã do Oeste, Candeias do Jamari e Cujubim. Contribuições O período de participação social por meio da consulta pública do edital vai até o dia 26 de março e as contribuições podem ser encaminhadas ao e-mail jamari.lote3@florestal.gov.br do Serviço Florestal Brasileiro ou pela Ouvidoria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Por Revista Imagem | Fonte: Serviço Florestal Brasileiro

  • Bolsonaro entrega à Câmara PL que permite privatização dos Correios

    Texto define cumprimento de metas e de qualidade dos serviços. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 10:35 O presidente Jair Bolsonaro entregou nesta quarta-feira (24) ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), o projeto de lei que possibilita a privatização dos Correios. Chamado de Marco Regulatório para o setor postal, o texto também define a obrigatoriedade do cumprimento de metas de universalização e qualidade dos serviços e estabelece que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) será a Agência Reguladora dos serviços postais. Segundo o Palácio do Planalto, além do PL entregue ao Congresso, serão realizados debates e estudos para a definição do melhor modelo de desestatização, que pode ser, por exemplo, a venda direta, a venda do controle majoritário ou de apenas parte da empresa. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contratou a Accenture, empresa de consultoria que estuda o melhor modelo de negócio para a privatização da empresa estatal. O edital será remetido ao Tribunal de Contas da União (TCU) e, assim que liberado pela Corte, será liberado para a realização do leilão. O PL estabelece a nova organização e a manutenção do Sistema Nacional de Serviços Postais, para que sejam explorados em regime privado, “respeitando, porém, a Constituição Federal em seu Artigo 21, que estabelece à União manter o serviço postal, o que será delegado ao Operador Postal Designado no decorrer do processo de privatização dos Correios”. O texto do PL determina que a União mantenha o Serviço Postal Universal em todo território nacional, de modo contínuo e com modicidade de preços. A proposta prevê ainda a criação da Agência Nacional de Comunicações, em substituição à atual Agência Nacional de Telecomunicações, que passará a regular também os serviços do Sistema Nacional de Serviços Postais, alterando a Lei nº 9.472 de julho de 1997. Ao justificar a medida, o Ministério das Comunicações argumenta que a transformação digital do setor postal no Brasil e no mundo demandam elevados investimentos por parte dos Correios. "Todavia, os esforços empreendidos não têm sido suficientes para que a empresa se atualize na velocidade requerida. Por ser uma empresa pública, ela não conta com o dinamismo que o setor demanda atualmente, tampouco a União tem capacidade fiscal para suportar os investimentos por meio de aportes", disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria. O presidente, pelas redes sociais, também comentou sobre a entrega do projeto de lei. Bolsonaro disse que o Brasil "segue firme no caminho da liberdade econômica". Por Revista Imagem | Texto: Heloisa Cristaldo

  • IGP-M acumula inflação de 28,94% em 12 meses, diz FGV

    A taxa ficou em 2,53%, em fevereiro, após registrar 2,58% em janeiro. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 10:32 O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou inflação de 2,53% em fevereiro deste ano. Em janeiro, a taxa ficou em 2,58%. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), com o resultado, o índice acumula taxas de inflação de 5,17% no ano e de 28,94% em 12 meses. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, teve inflação de 3,28% em fevereiro, um pouco abaixo dos 3,38% de janeiro. Segundo a FGV, o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, também apresentou recuo na taxa de inflação, ao passar de 0,41% em janeiro para 0,35% em fevereiro. O Índice Nacional de Custo da Construção foi o único dos subíndices que teve alta na taxa de inflação de janeiro para fevereiro, ao passar de 0,93% para 1,07% no período. Por Revista Imagem | Texto: Vitor Abdala

  • Opas diz que impacto de vacinas na pandemia vai levar meses

    Organização pede que fabricantes acelerem entrega na região. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 10:30 Os casos e mortes de covid-19 nos Estados Unidos (EUA) caíram 30% na última semana em comparação com a semana anterior, e a maioria dos países sul-americanos registra queda em novos casos, mas serão necessários meses até que as vacinas afetem a taxa de infecções, disse a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) nessa quarta-feira (24). A diretora da Opas, Carissa Etienne, fez um apelo aos governos e fabricantes para acelerar a entrega de vacinas na região, onde 1 milhão de pessoas adoeceram e 34 mil morreram nos últimos sete dias. Até esta semana, 78 milhões de pessoas foram vacinadas nas Américas, a grande maioria na América do Norte, e apenas 13 milhões na América Latina e Caribe, disse ela. "Isso não é suficiente e não é aceitável", declarou Etienne, em entrevista coletiva virtual, de Washington. Para a diretora, um sinal de esperança é oferecido pelo consórcio Covax, liderado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Gavi para fornecer acesso equitativo às vacinas, com centenas de milhares de doses para serem entregues nas próximas semanas aos países que se inscreveram no programa. A queda nos casos nas Américas foi, em grande parte, impulsionada pela redução de novas infecções nos Estados Unidos, como resultado de medidas de saúde pública mais rígidas, com maior adesão do público e melhor coordenação na vacinação. Um ano após o início da pandemia, quase 50 milhões de pessoas foram infectadas com o vírus nas Américas, ou o equivalente a quase toda a população da Colômbia, de acordo com a Opas. “Embora os meios de comunicação estejam relatando grandes quedas nos casos de covid-19, quero enfatizar que certamente não estamos fora de perigo”, afirmou Carissa. Por Revista Imagem | Fonte: Agência Brasil

  • Bolsonaro edita MP que libera R$ 2,8 bilhões para combate à covid-19

    Os recursos serão usados por três órgãos para combater a pandemia de covid-19. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 10:28 O presidente Jair Bolsonaro editou hoje (24) Medida Provisória (MP) que libera crédito de R$ 2,8 bilhões para o Ministério da Saúde. Os recursos serão usados por três órgãos para combater a pandemia de covid-19. O dinheiro será usado pela Fundação Oswaldo Cruz para manter o funcionamento de 173 leitos de UTI de um centro hospitalar, comprar testes, financiar pesquisas e treinar profissionais que atuam na rede de vigilância em saúde. Os recursos destinados ao Fundo Nacional de Saúde serão utilizados no custeio de UTIs, transporte de oxigênio, no serviço de atenção primária, aquisição de testes e no pagamento de bonificação para 55 mil funcionários da área da saúde que estão atuando no atendimento à população. O Grupo Hospitalar Conceição (GHC), rede de hospitais públicos em Porto Alegre, receberá os recursos para cobrir despesas com compra de medicamentos, equipamentos de proteção individual e exames para diagnósticos. Oxigênio O presidente Bolsonaro também assinou Medida Provisória para aumentar a disponibilidade de oxigênio medicinal no país. O produto é usado para tratar pacientes com insuficiência respiratória. A medida pretende desobrigar as empresas do setor de terem que auferir 80% do faturamento com vendas para o mercado externo. Por Revista Imagem | Texto: André Richter

  • Contribuinte pode baixar programa da declaração do IR a partir de hoje

    Prazo de entrega começa em 1º de março e vai até 30 de abril. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 10:09 A partir das 8h desta quinta-feira (25), os contribuintes podem baixar o programa de preenchimento e de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 (ano-base 2020). O programa para computador estará disponível na página da Receita Federal na internet. O prazo de entrega começará na próxima segunda-feira (1º), às 8h, e irá até as 23h50min59s de 30 de abril. Neste ano, o Fisco espera receber até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações. Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar. Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote). Novidades As regras para a entrega da declaração do Imposto de Renda foram divulgadas ontem (24) pela Receita. Entre as principais novidades, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial para quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos”, para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos. Até esta sexta-feira (26), as empresas, os bancos, as demais instituições financeiras e os planos de saúde estão obrigados a fornecer os comprovantes de rendimentos. O contribuinte, no entanto, pode adiantar o trabalho e juntar documentos como contracheques e recibos, no caso de rendimentos, e notas fiscais, usadas para comprovar deduções. Por Revista Imagem | Texto: Wellton Máximo

  • Mais 3 mortes por covid-19 são registradas em Vilhena e 42 em Rondônia

    Também foram registrados 71 novos casos da doença em Vilhena. A média diária é de 44 novos casos por dia em fevereiro. Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/02/2021 - 07:50 Nesta quarta-feira (24) Vilhena registrou mais 3 mortes por complicações da covid-19. Os óbitos foram de 2 homens, um de 65 anos morador de Vilhena e outro de 70 anos morador de Santa Luzia do Oeste, e 1 mulher de 84 anos moradora de Vilhena. Agora são 169 o número de vítimas da doença que morreram no município desde o início da pandemia em Vilhena em 5/4/2020. Do total de vítimas, 81 mortes aconteceram apenas nos 55 primeiros dias de 2021. Foram 47 mortes em Janeiro e 34 em fevereiro. Do total de mortes registradas em Vilhena, 137 são de vilhenenses e 32 são de moradores de outras cidades que estavam em tratamento em Vilhena. Ontem também foram registrados 71novos casos da doença em Vilhena. O número total de diagnósticos no município é de 8.303 infectados, sendo 3.431 casos apenas de janeiro para cá. A média diária em Vilhena é de 44 novos casos por dia em fevereiro. Janeiro, mantem a maior média da pandemia com 78 novos casos diários. Segundo a prefeitura de Vilhena, o números de casos ativos (pessoas que ainda podem transmitir o vírus para outros) subiu de 380 para 398. O número de pacientes recuperados é de 7.768 pacientes. O município já vacinou 2.527 pessoas contra o coronavírus. A lista de vacinados em Vilhena pode ser acessada e conferida aqui. Até a noite de ontem, 23 pacientes estavam internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19 e Hospital Regional de Vilhena, sendo 12 de Vilhena. Destes, 13 estão na UTI, sendo 7 intubados. As taxas de ocupação de leitos para covid-19 em Vilhena eram de 70% na UTI e 36% nas Enfermarias. Rondônia e Brasil Já em Rondônia, foram contabilizadas 42 novos óbitos, além de 1.243 novos casos. No total o estado tem 2.787 óbitos e 145.427 casos confirmados. No Brasil, as mortes pelo novo coronavírus ao longo da pandemia subiram para 249.957 óbitos. Somente no domingo foram contabilizadas mais 1.428 mortes. Já o número de pessoas infectadas desde o início da pandemia subiu para 10.324.463. Ontem foram registrados 66.588 novos casos. Por Revista Imagem | Texto: José Antonio Sant'Ana

  • Gigante: Sicoob Credisul chega a R$ 3 bilhões em ativos

    Cooperativa nascida em Vilhena se consolida entre as maiores cooperativas de crédito do país. Revista Imagem - Vilhena-RO | 24/02/2021 - 16:10 A terça-feira (23) foi marcada por uma grande notícia para os cooperados da Sicoob Credisul. A cooperativa de crédito, com sede em Vilhena, anunciou a chegada a R$ 3 bilhões em ativos financeiros administrados pela instituição, consolidando a presença entre as maiores cooperativas de crédito do Brasil. Os ativos são os recursos que a cooperativa administra e engloba depósitos a prazo, depósitos à vista e patrimônio da cooperativa. A marca alcançada reflete a solidez da instituição, que mantém um crescimento consistente e sustentável, além de impactar nas concessões de crédito e geração de novos negócios e empregos nas regiões onde a cooperativa atua. Ivan Capra, presidente do conselho de administração da Sicoob Credisul, atribui a chegada aos R$ 3 bi em ativos à uma união de forças. “Para nós é uma grande conquista, estamos nos posicionando entre as maiores cooperativas do sistema Sicoob. Essa conquista é graças à confiança e credibilidade conquistada pela equipe de colaboradores, conselhos, diretoria e cooperados. Uma união de forças que propicia um crescimento fora da curva e nos qualifica a alçar voos maiores”, explica. Como cooperativa, a Sicoob Credisul é uma importante propulsora da economia regional. A oferta de produtos e serviços para empresas locais, por exemplo, tem uma grande relevância para o desenvolvimento das atividades econômicas em vários municípios, contribuindo para que os recursos circulem nas regiões proporcionando geração de emprego e renda para a população. “Sem nossos cooperados, a Sicoob Credisul não teria esse vigor que reflete, inclusive, na geração de empregos. Um exemplo é Vilhena, com mais de 1.400 vagas geradas em 2020, um mil a mais que outros municípios do mesmo porte”, citou Capra. Vilmar Saúgo, diretor executivo da Sicoob Credisul, dá destaque à forte adesão das pessoas ao modelo e princípios do cooperativismo. “A gente cresce a uma velocidade muito superior à média nacional, porque nunca esquecemos que somos uma sociedade de pessoas, nunca deixamos de nos preocupar com o desenvolvimento local e jamais deixamos de distribuir o resultado da intermediação financeira entre aqueles que produzem resultado. Afinal, no cooperativismo somos sócios, nós ajudamos e, juntos, construímos um mundo melhor para todos”, assinala. Para Renato Doretto, diretor regional da Sicoob Credisul em Rondônia, o crescimento da cooperativa na região de Porto Velho (RO) é moldado a partir de três pilares principais: equipe engajada, cooperados e comunidade. “O alinhamento da gestão com os princípios, propósito e valores da cooperativa, faz com que toda a nossa equipe se envolva não só com os negócios, mas também com ações e projetos desenvolvidos pela cooperativa, voltando seus olhos não apenas para os cooperados, mas também para a comunidade em geral. O resultado disso é um círculo virtuoso de crescimento econômico, respeito e prosperidade para a cooperativa e todos ao seu redor”, explica. Na região de Mato Grosso, a cooperativa é uma alternativa sólida, competitiva, que gera retornos significativos aos seus cooperados e a comunidade, é o que salienta Claudio Roberto Tomazoni, diretor regional da Sicoob Credisul no Mato Grosso. “Nesta região, especialmente, a cooperativa tem apresentado um crescimento robusto, consistente o que fortalece ainda mais para continuarmos investindo em nossas agências, nas pessoas, e claro, seguirmos firmes o nosso projeto de expansão para outras cidades do Estado. Atingirmos a marca de R$ 3 bi em ativos representa muita coisa, especialmente a força da cooperativa e principalmente a confiança depositada pelos nossos cooperados para seguirmos firme com o nosso propósito”, disse. O crescimento da Sicoob Credisul demonstra também os resultados de sua expansão, aliado à manutenção das concessões de crédito mesmo com cenário adverso, com destaque para os cooperados PJ, principalmente micro, pequenas e médias empresas. A difusão do cooperativismo como alternativa ao sistema bancário, a competitividade em relação às taxas e tarifas, bem como o atendimento personalizado, independente do perfil do cooperado, também contribuíram significativamente no alcance da marca. Por Revista Imagem | Texto: Aline Mattos

  • Rondônia recebe mais 5,4 mil doses de vacinas contra a Covid-19

    Ministério da Saúde começa a distribuição de mais 2 milhões de doses da AstraZeneca e 2,7 milhões de doses do Butantan. Revista Imagem - Vilhena-RO | 24/02/2021 - 15:58 O Ministério da Saúde está enviando a Rondônia mais 5,4 mil doses de vacinas contra a Covid-19. No total, são 4 mil doses da AstraZeneca/Oxford, importadas da Índia, e 1,4 mil doses da vacina no Instituto Butantan, produzida no Brasil. Todos os estados e Distrito Federal começam a receber 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, importadas da Índia, e 1,2 milhões de doses do imunizante do Instituto Butantan. A chegada de mais vacinas vai permitir a ampliação da vacinação para outros grupos prioritários: agora, serão priorizadas pessoas de 85 a 89 anos, pessoas de 80 a 84 anos, 3.837 indígenas e 8% dos trabalhadores da saúde. O envio das doses aos estados ocorre de forma proporcional e igualitária, junto com as indicações do público-alvo de cada fase da campanha, segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Conforme o terceiro informe técnico da Secretaria de Vigilância Sanitária (SVS) do Ministério da Saúde, a nova remessa de vacinas do Butantan corresponde à entrega de duas doses, sendo necessário que estados e municípios façam a reserva da segunda dose para garantir que o esquema vacinal seja completado no período recomendado de 2 a 4 semanas. Já a vacina da AstraZeneca corresponde à entrega da primeira dose – a segunda será distribuída em outro momento, já que o imunizante possui um prazo maior para realizar a outra aplicação. Com esse novo lote, o Ministério da Saúde já distribuiu aos estados e Distrito Federal mais de 15 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 desde o dia 18 de janeiro, início da campanha de vacinação. Até julho, a pasta prevê o envio de mais de 200 milhões de doses, vacinando, assim, 50% da população brasileira. Confira aqui o informe técnico na íntegra, com detalhamento da distribuição para cada estado. Por Revista Imagem | Texto: Marina Pagno

© Copyright 2020 

Gráfica e Editora Expressa Ltda.

  • Ícone do Facebook Branco