top of page

PRF e Polícia Civil executam mandado de Busca e Apreensão em Vilhena

Ação desarticulou organização criminosa que já deu prejuízo de R$ 100 milhões em vários estados.
 

Revista Imagem - Vilhena-RO | 30/06/2021 - 14:38


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia, no início da manhã desta quinta-feira (30), realizando Operação Conjunta com a Polícia Civil de Rondônia (PC/RO), no município de Vilhena, cumpriu 01 (um) mandado de Busca e Apreensão em Residência.


A ação faz parte da OPERAÇÃO ZAYN, desencadeada hoje (30/06/2022), em virtude da Força Tarefa entre Polícia Civil de Goiás (PC/GO) e PRF. Esta operação busca desarticular uma Organização Criminosa que atua em 08 (oito) Estados.


Integrantes da Polícia Rodoviária Federal e da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas lideraram os levantamentos, individualizando as condutas, identificando bens e patrimônios da organização criminosa e coletando evidências.


Após cerca de um ano de investigações e levantamentos de inteligência policial, esta organização criminosa foi identificada como responsável por dezenas de crimes cometidos em vários estados, tais como: Roubos e furtos de cargas; Roubo dos veículos de carga; Roubo com emprego de arma de fogo; Cárcere privado; Uso de documento falso; Falsidade ideológica; Adulteração de veículos automotores; Receptação qualificada; Furto mediante fraude; Organização criminosa e Lavagem de capitais.


Hoje foram executados, 44 mandados judiciais de busca e apreensão para pessoas físicas e jurídicas. Foram expedidos também 56 mandados de busca e apreensão para veículos, que estão proibidos de circular.


As medidas cautelares foram executadas em 08 (oito) estados: Goiás; São Paulo; Tocantins; Rio Grande do Sul, Maranhão, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rondônia. Esse não é o único golpe desferido contra o crime organizado. As outras fases da Operação ZAYN prenderam mais de 40 criminosos, recuperaram quase uma centena de veículos e identificaram dezenas de caminhões e carretas fraudadas. Estima-se que o grupo seja responsável por dezenas de fraudes e roubos em todo o país, com volume de perdas estimado em R$ 100 milhões de reais nos últimos 5 (cinco) anos.

 

Por Revista Imagem | Fonte: PRF

Kommentarer


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
bottom of page