top of page

No mês do doador, Fhemeron reforça importância da doação de sangue

Campanha estimula doação de sangue em meio à pandemia do coronavírus que  fez cair os estoques de sangue em todo o país

 

Revista Imagem | 05/06/2020 14:45


A pandemia da Covid-19 fez os hemocentros do Brasil registrarem queda nos estoques de sangue. Por este motivo, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron), seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS), adotou o agendamento por telefone e horário diferenciado para evitar aglomeração de pessoas e a contaminação do coronavírus.

“A doação de sangue é segura, não havendo riscos para quem doa. No entanto, ressaltamos que nesta campanha, devido à pandemia, estamos atentos a todos os protocolos para evitar o contágio da doença. Higienizamos frequentemente o ambiente e os profissionais que realizam a captação estão preparados para receber os doadores de sangue em condições seguras”, enfatiza a assistente social e gerente de captação da Fhemeron, Maria Luíza Pereira.

Antes da pandemia, para ser um doador, era necessário ter entre 18 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos e apresentar bom estado de saúde. Agora, por conta do coronavírus, algumas medidas estão sendo adotadas antes da coleta. “Os indivíduos que apresentarem sintomas respiratórios e febre, que tiveram contato com alguém positivado para Covid-19, ou manifestou os sintomas, não podem realizar qualquer tipo de doação pelo período mínimo de 30 dias”, destaca Luíza.

Estoques baixos

O negativo e O positivo são os que mais transfundem Recentemente a Fhemeron estava com o estoque em baixa dos tipos sanguíneos O negativo e O positivo, e mesmo contando com a ajuda dos policiais civis e das Forças Armadas, o estoque permanece em situação de alerta. “Quero explicar que esses tipos sanguíneos são os que mais transfundem. Ocorre que os atendimentos de urgência e emergência não podem parar, e pacientes em tratamento contra o câncer precisam constantemente de transfusões sanguíneas”, destaca a gerente.

Campanhas

Doar sangue é um ato voluntário, e é necessário que as pessoas estejam imbuídas desse espírito para que o estoque e o atendimento às demandas da Fhemeron sejam mantidos.

“As campanhas e parcerias são importantíssimas. Graças às ações e incentivo do 5º Batalhão de Engenharia de Construção (5° BEC), da 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) e da Polícia Civil, a Fundação tem recebido, diariamente, dois doadores, e isto tem nos ajudado muito”, frisa a gerente de captação.

Live solidária

No próximo domingo (7), às 19h, será realizada a Live Solidária Teixeirão, que contará com apresentação musical de soldados da Polícia Militar do curso Teixeirão.

A ação é em prol do Hospital de Amor e para incentivar a doação de sangue e o cadastro de doadores de medula óssea. “A live será transmitida no canal PMRO TV e na página do Facebook CFSD Teixeirão”, informa Maria Luiza.

Requisitos para ser um doador

– Estar em boas condições de saúde; – Ter entre 18 e 69 anos de idade; – Jovens entre 16 e 17 anos poderão doar acompanhados dos pais ou responsáveis legais; – Ter peso acima de 50 kg; – Estar alimentado, evitando alimentação gordurosa (aguardar três horas após o almoço); – Homem pode doar até 4 vezes ao ano, em intervalos de 60 dias (dois meses); – Mulher pode doar até 3 vezes ao ano, em intervalos de 90 dias (três meses); – Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.

Impedimentos temporários

– Estar gripado ou com febre; – Estar grávida ou amamentando; – Estar em tratamento médico; – Ter ingerido bebida alcoólica no dia da doação (12 horas); – Ter tatuagem feita há menos de um ano; – Ter feito endoscopia digestiva nos últimos seis meses; – Ter adquirido malária nos últimos 12 meses.

Impedimentos definitivos

– Ter sido acometido por doença de Chagas; – Ter sido acometido por hepatite após os 11 anos de idade; – Ter sido exposto à situação ou comportamento que levem a risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis

Locais de doação

Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia – Porto Velho Rua Benedito de Souza Brito, s/nº, Setor Industrial CEP 76.821-080. Porto Velho / Rondônia Telefones (69)3216-2234/2204 ou 0800 642 5744 Unidade de Coleta e Transfusão de Ariquemes Rua: Cassiterita, nº 3613 – Centro Ariquemes – RO. CEP 76872-874 Telefone: (69) 3535-2659 Unidade de Coleta e Transfusão de Ji-Paraná Rua: Vilagran Cabrita, nº 1440 – Centro Ji-Paraná – RO. CEP 76872872 Telefone: (69) 3421-1615 Unidade de Coleta e Transfusão de Rolim de Moura Av. Cuiabá Nº 5424, Bairro Planalto ao lado do Hospital Municipal. Rolim de Moura – RO. CEP 76940-000 Fone: (69) 3442-1328

Unidade de Coleta e Transfusão de Cacoal Av. Malaquita, s/nº – Bairro Josino Brito. Ao lado do Hospital Regional. Cacoal – RO. CEP 76962308 Telefone: (69) 3441-0821 Hemocentro Regional de Vilhena Av. Jô Sato, nº 405 – Bairro Nova Vilhena. Vilhena RO – CEP: 76980-000 Telefone: (69) 3341-0821

 

Por Pâmela Pimenta

Comments


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
bottom of page