Escolas de Vilhena ganham projeto de reforma em parceira com Sicoob Credisul

Projeto foi custeado pela cooperativa e elaborado por nove alunos do 9º e 10º período de Engenharia Civil da Faron.

Revista Imagem - Vilhena-RO |23/06/2021 - 14:10

A Sicoob Credisul e a Faculdade Marechal Rondon (Faron) entregaram na quinta-feira (17), o projeto de reforma de quatro escolas de Vilhena para a Prefeitura. O projeto, no valor de R$ 35 mil, foi custeado pela cooperativa com recurso do Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social (FATES) e elaborado por nove alunos do 9º e 10º período de Engenharia Civil da Faron.


A cerimônia de entrega aconteceu na Sala Expansão do CTC Sicoob Credisul, com a presença de Ivan Capra, presidente do conselho de administração da Sicoob Credisul; Vilmar Saúgo, diretor executivo da Sicoob Credisul; Carlos Alberto Modotte, mantenedor da Faron; Josi Modotte, vice-diretora da Faron; Eliana Moriguchi, coordenadora do curso de Engenharia Civil; Eduardo Tsuru, prefeito de Vilhena; e Ronaldo Alevato, secretário municipal de Educação de Vilhena.


Ivan Capra afirmou que um dos papéis mais importantes da Sicoob Credisul é levar benefícios para a comunidade. “Como cooperativa, nós sempre estamos fornecendo recursos e formando parcerias para melhorar a qualidade de vida da população”, disse. Vilmar Saúgo frisou que parcerias como essa ajudam a fomentar a economia local. “A cooperativa doa para a comunidade, a prefeitura deixa dinheiro na cooperativa, que empresta para os empresários, que formam profissionais e geram emprego. É um ciclo que faz a economia girar. O dinheiro fica aqui, esse é o nosso diferencial”, explicou.


Eduardo Tsuru e Ronaldo Alevato agradeceram as duas instituições. “Precisamos do apoio de vocês e sabemos que podemos contar com isso”, disse Tsuru. “Parabéns pela administração de muita responsabilidade e que venham novas parcerias”, finalizou Alevato.


Elaboração do projeto


Os alunos, que já estão na reta final da graduação de Engenharia Civil, puderam ter na prática um primeiro contato com a profissão que escolheram. A coordenadora Eliana Moriguchi explicou que foram criados quatro grupos de trabalho, cada um responsável por uma parte do projeto: estrutural; instalações hidrossanitária e elétrica; arquitetônica; planilhas orçamentárias e memoriais descritivos. “Iniciamos em maio e trabalhamos todos os dias com muito empenho, esforço e dedicação dos alunos e professores. Como desenvolvimento profissional e técnico foi muito bom”, disse Moriguchi.


A estudante Alana Silva contou que foi uma oportunidade de aprender e aplicar na prática o que estudou na graduação. “A gente vê bastante teoria e a prática é muito importante. Realmente foi um trabalho de dedicação, conseguimos ver como é a complexidade de um projeto em si”.


Também participaram do projeto os universitários Amanda Loviski, Cleyton Vieira, Dielly Oliveira, Eduardo Ferreira, Emeny Yukimi, Guilherme de Oliveira, Lays Rocha e Thallyson Muniz.

Por Revista Imagem | Texto: Aline Rayane de Mattos

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS