Decreto reajusta tarifa do transporte coletivo em Vilhena

Reunião entre prefeitura, Câmara, Ifro, PGM e empresa de transporte definiu detalhes de projeto do Passe Livre.
 

Revista Imagem - Vilhena-RO | 23/03/2021 - 08:00


Foi definida em reunião nesta terça-feira (22), no gabinete do prefeito, o reajuste da tarifa do transporte coletivo. Após a empresa responsável pela concessão apresentar os documentos necessários, o prefeito Eduardo Japonês autorizou por meio de decreto a cobrança de R$ 6 pelo tíquete inteiro (estudantes têm direito à meia, R$ 3). Na reunião, o presidente interino da Câmara Municipal de Vereadores, Samir Ali, garantiu à empresa, à PGM, ao Ifro (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia) e ao prefeito que a lei de criação do Passe Livre, proposto pelo corpo de advogados da empresa, será votado em regime de urgência assim que o projeto for enviado à Casa de Leis.


“Me comprometo em criar o Passe Livre, conforme o pedido da empresa e também o apoio do diretor do Ifro, Aremilson, que já fez essa luta há muitos anos e trouxe aqui sua experiência com isso. Vamos disponibilizar cerca de R$ 100 mil por mês para este fomento social, comprando aproximadamente 16 mil passes. É uma estimativa que chegamos hoje, que pode ser alterada no decorrer dos cálculos. Mas a garantia é que até a semana que vem teremos essa lei já enviada à Câmara para garantir o funcionamento do transporte coletivo na cidade, em benefício imediato dos alunos do Ifro e também dos demais usuários”, assegurou o prefeito Eduardo Japonês.


Através de sugestão de Aremilson, ficou acordado que serão implementadas na lei do Passe Livre uma escala progressiva de descontos, com até três faixas socioeconômicas, beneficiando mais quem está em vulnerabilidade social, conforme avaliação e critérios a serem definidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Os tíquetes ficarão disponíveis na Semas e permitirão os estudantes se desloquem sem custo ou pagando valores reduzidos.


Samir Ali, presidente interino da Câmara Municipal de Vereadores, participou da reunião destacando a disposição do Legislativo municipal em aprovar com agilidade o texto em elaboração pela Prefeitura de Vilhena.


Assim que a reunião encerrou, o decreto municipal n° 55.403/2022 foi assinado, garantindo que “o valor da tarifa terá o preço único para todas as linhas urbanas, fixado em R$ 6,00 (seis reais), efetuado em moeda corrente”, entrando em vigor na tarde desta terça-feira, com a publicação no Diário Oficial de Vilhena a partir das 13h.


A expectativa da empresa é que até sexta-feira o transporte na linha que dá acesso ao Ifro esteja normalizado, o que será informado à instituição de ensino até a quinta-feira. As demais rotas voltarão a ser cumpridas ao longo das próximas semanas conforme os avanços na documentação burocrática do tema. Ao mesmo tempo, a Semas irá preparar força-tarefa a fim de garantir a rápida produção, análise e distribuição dos Passes Livres assim que os trâmites estejam completados e a lei sancionada.

 

Por Revista Imagem | Fonte: Semcom

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS