top of page

Vilhena volta a receber voos comerciais após 14 meses sem operações aéreas

Azul reinaugurou a rota com o restante do país nesta segunda-feira; Falta de segurança no aeroporto e pandemia motivaram a paralização.
 

Revista Imagem - Vilhena-RO | 08/06/2021 - 13:46


Nessa segunda-feira (7), os voos comerciais voltaram a ser operados no Aeroporto de Vilhena. A ação foi possível graças a conclusão das obras de balizamento, limpeza e construção da cerca operacional padrão no Aeroporto Municipal Brigadeiro Camarão, efetuada pelo Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas Rodagem e Transportes (DER). Por volta das 12h30, deste dia, o município recebeu o primeiro voo após a conclusão das obras.


Os investimentos foram realizados com recursos do Estado, onde mais de R$ 3 milhões foram arremetidos em toda infraestrutura aeroportuária. O diretor-geral do DER, Elias Rezende, informa que todas as melhorias foram realizadas para possibilitar a saída e chegada de voos com segurança. “A instalação da cerca operacional inibe a entrada de animais e pessoas na pista e a modernização, entre elas o balizamento, possibilitará o retorno dos voos noturnos, uma vez que o sistema é composto por luzes específicas que servem para sinalizar e direcionar os pilotos”.


Rezende destaca ainda, que o aeroporto de Vilhena conta com uma das maiores pistas da região Norte, com 2,6 mil metros de extensão por 30 metros de largura. “Todo o serviço de limpeza relacionado à área de vegetação, retirada de mata aos redores, além da manutenção asfáltica na pista, iluminação e outros serviços foram realizados para garantir a segurança dos passageiros e funcionários”, acrescentou.


O coordenador de Infraestrutura Aeroportuária, major Phelipe Maia, informa que, com as melhorias, o aeroporto passa a receber a aeronave E-195 que tem capacidade para 118 passageiros. Antes eram operados voos com aeronaves modelo ATR-72, para 70 clientes.


Além de Vilhena, o Governo também vem realizando a reforma dos aeroportos de Cacoal e Ji-Paraná, que seguem a recomendação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para homologação da Certificação de Operação por Instrumento (IFR-Instrument Flight Rules), e em breve terão suas atividades retomadas.

 

Por Revista Imagem | Texto: Jesica Labajos

Comentarios


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
bottom of page