top of page

Raquel da TV agradece carinho dos eleitores e reforça necessidade de ouvir as pessoas”

Com uma campanha diferente, sem aglomerações e barulho, a jornalista priorizou a conversa por redes sociais e visitas em espaços abertos.
 

Revista Imagem - 13/11/2020 16:41

“Meu trabalho sempre foi ouvir as pessoas e ao longo desses dias de campanha pude sentir o quanto o cidadão não quer promessas, ele quer que alguém pare para ouvir e que sua voz seja levada em consideração nas decisões que envolvem o futuro do município”. Foi assim que a jornalista Raquel Gonçalves Jacob, a Raquel da TV, resumiu a sua campanha como candidata a vereadora por Vilhena.


Com uma campanha diferente, sem aglomerações e barulho, a jornalista priorizou a conversa por redes sociais e visitas em espaços abertos, por conta da preocupação com a questão de saúde pública. “Fui muito bem recebida em todos os lugares por onde passei e quero agradecer as pessoas pelo carinho, atenção, por pararem para conversar comigo, ouvir minhas propostas e também dar sugestões”, afirmou.


Raquel da TV tem como principal defesa o Mandato Participativo, levando as pessoas a estar mais perto do Poder Legislativo. Ela defende a extinção da Secretaria de Esportes e criação de uma autarquia, assim como tem falado da necessidade de ocupação dos espaços públicos como praças públicas com atividades culturais e de lazer. “Hoje ainda conversava com representante da cultura local e ela me falava da necessidade de ir além de atividades culturais esporádicas na cidade, criando mesmo Projetos de Lei que tornem a cultura mais presente na rotina da sociedade. Eu não havia parado para pensar nisso, mas alguém pensou e me falou sobre isso. E é assim que quero trabalhar, conversando e tendo a participação de gente de todos os setores”, enfatizou.


Conhecedora dos bastidores da política e da necessidade dos bairros de Vilhena, a jornalista agradeceu a população e reforçou que seu trabalho como comunicadora no Estado já rendeu mudanças significativas na vida de muitas pessoas. “Quando eu escolhi o jornalismo para a minha vida, o fiz porque ele tem o poder de transformar pequenas realidades. Agora, escolho o caminho da representatividade política porque sei que a minha vida em preparou para essa função e sei que posso fazer mais do que já fiz”, conclui.

 

Por Revista Imagem - Fonte Assessoria

Comentarios


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
bottom of page