Idosos com 78 e 79 anos começam a ser vacinados contra covid-19 em Vilhena

Até o fim de abril Vilhena devera ter recebido mais de 40 mil doses do MS. Prefeitura negocia mais 60 mil dose com governo do Estado.

Revista Imagem - Vilhena-RO | 17/03/2021 - 16:30

Começou na manhã desta quarta-feira (17) a aplicação de doses de vacinas contra covid-19 em idosos de 78 e 79 anos em Vilhena. A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) explica que não há como comunicar cronograma de datas exatas para as próximas etapas, pois os lotes de vacinas chegam sem cronograma pré-fixado. Mesmo assim, a expectativa é que todos os grupos prioritários sejam vacinados até o fim de abril ou início de maio, caso as entregas de doses pelos laboratórios já contratados se confirmem.


A vacinação de idosos com 78 e 79 anos continua em frente à Câmara Municipal de Vereadores até esta quinta-feira, das 8h às 13h. É necessário levar CPF, documento pessoal com foto e cartões de vacinação e do SUS. Até o momento mais de 200 foram vacinados nesta quarta-feira. Até as 19h de ontem, havia 2.853 vacinados com a 1ª dose e 1.661 vacinados com a 2ª dose, em Vilhena.


MAIS VACINAS


O prefeito Eduardo Japonês está em Porto Velho, em reuniões com o governador Marcos Rocha, na busca de mais vacinas para Vilhena. Há três fontes de doses para Vilhena até o momento.


A primeira é o Governo Federal, que está enviando as vacinas conforme os laboratórios produzem. A expectativa é que até o fim de abril Vilhena já terá recebido do Ministério da Saúde mais de 40 mil doses, que serão suficientes para todos os grupos prioritários, que incluem profissionais de saúde, idosos, pessoas com comorbidades, professores, profissionais de segurança e salvamento, entre outros vários.


A segunda fonte de doses é o Governo do Estado, que já se comprometeu em comprar 1 milhão de doses para os municípios de Rondônia. Distribuindo-as conforme a população, Vilhena ficará com aproximadamente 60 mil doses. A chegada destas vacinas depende da capacidade produtiva dos laboratórios em atender tanto o Governo Federal quanto os pedidos individuais de estados e municípios.


Por fim, o Município também enviou cartas de intenção, assim como Porto Velho e demais municípios, para todos os laboratórios que produzem as vacinas autorizadas no país. O pedido da Prefeitura foi de 40 mil doses. A resposta a todos é que, devido ao contrato já firmado com o Ministério da Saúde, cada laboratório precisa honrar seus compromissos com o Governo Federal para então passar a atender outros pedidos individuais. Isso demandará aumento da capacidade produtiva das fabricantes.

Por Revista Imagem | Fonte Semcom PMV

Russi 1

Brandão 3

Expressa 3

Recco 1

CNA 1

Souza 1

Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

© Copyright 2020 

Gráfica e Editora Expressa Ltda.

  • Ícone do Facebook Branco