Governo e prefeitura perfuram poços tubulares na área rural de Vilhena

Com perfuração de poços tubulares, setor produtivo tem economia e maior produção agrícola.

Revista Imagem - 09/12/2020 07:38


Assim como acontece com a política de distribuição e barateamento de calcário e nitrogênio, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), em parceria com a Prefeitura de Vilhena está incentivando a produção rural no sul do Estado com a perfuração de poços tubulares profundos em Vilhena. Para tanto, o Governo disponibilizou uma perfuratriz que fará o trabalho na região, garantindo o barateamento de preço e mais produção do segmento rural.


A informação foi reforçada na segunda-feira (7) pelo secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, após participar de uma reunião com servidores da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Prefeitura de Vilhena. Na ocasião, o secretário informou que a meta para 2021 é atender cerca de 100 produtores no município, garantido água e alavancando ainda mais a produção agrícola.


Padovani disse ainda que, entre outras ações, o trabalho já está em andamento, seguindo todos os trâmites para a seleção dos produtores que serão assistidos pelo Governo e a Prefeitura.


De acordo com o representante da Seagri no Cone Sul, engenheiro agrônomo Ariel Gomes, inicialmente foram selecionados 10 produtores rurais e cinco agroindústrias. Segundo ele, as visitas estão ocorrendo nas propriedades rurais selecionadas, inclusive com o acompanhamento técnico do geólogo do Governo, Cleudson Eduardo e da secretária adjunta da Secretaria Municipal de Agricultura de Vilhena, Micaela Bolsoni.


Sobre o incentivo do Governo, Gomes ressalta a importância da economia que os produtores terão ao serem assistidos pelo trabalho. “É mais uma demonstração de que o Governo de Rondônia se preocupa com a melhoria da produção e, consequentemente, com a geração de renda das famílias rondonienses”, destaca o agrônomo.


Um exemplo da necessidade de água, no entanto, é o caso da produtora rural Suzana Pereira, de 44 anos, moradora na Linha 165, km 50, que recebeu a visita dos técnicos do Governo e Prefeitura para avaliar a perfuração de um poço em sua propriedade. “Precisamos de água para dar conta da produção. Hoje temos que pegar essa água racionada na Associação, pois o consumo é limitado. Com o poço, iniciaremos uma nova etapa de vida, com mais abundância e bem estar para todos”, comemorou a produtora.


Outro que também espera a chegada da água é o dono de uma pequena agroindústria de leite, Waldebranio da Silva. Dono de uma propriedade de 57,00 hectares e produz 180 litros de leite/dia, Silva recebeu a visita dos técnicos, oportunidade em que destacou a importância do trabalho que está sendo realizado pelo Estado.


“Água é vida. Sem ela, não há produção. Com ela, tudo acontece e a nossa produção ganha novo impulso, pois ela é essencial para qualquer tipo de atividade rural”, disse ele, ao agradecer a iniciativa e o apoio do Governo de Rondônia. “Sem essa ajuda, não seria possível alavancar a produção da nossa propriedade, até porque furar um poço com uma empresa particular é muito caro. Só tenho que a agradecer”, finalizou.

Por Revista Imagem - Texto: Eraldo Erick

Russi 1

Brandão 3

Expressa 3

Recco 1

CNA 1

Souza 1

Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

© Copyright 2020 

Gráfica e Editora Expressa Ltda.

  • Ícone do Facebook Branco