top of page

Governo de Rondônia propõe prorrogação do Refaz

O objetivo do programa é motivar os contribuintes em débito com a Fazenda Pública.
 

Revista Imagem - Vilhena-RO | 25/10/2021 - 07:33


O Governo de Rondônia encaminhou Projeto de Lei à Assembleia Legislativa no Estado (ALE) que propõe a prorrogação do programa de recuperação de créditos relacionados ao ICMS da Fazenda Pública Estadual (Refaz) até dia 30 de dezembro de 2021.


O Refaz é o programa que oferece as empresas a possibilidade de regularizar os seus débitos, evitando a falência, com a capacidade de recuperação de economia e preservação de empregos. O objetivo do programa é motivar os contribuintes em débito com a Fazenda Pública, a quitarem seus compromissos com o Estado e, com isso, aumentar a Receita Tributária, auxiliar a recomposição do caixa do tesouro Estadual e fortalecer a recuperação econômica de Rondônia.


O programa concede a redução de 95% do crédito tributário para contribuintes de qualquer regime, para pagamento em parcela única, quando se trata de crédito tributário decorrente de penalidade punitiva lançada mediante auto de infração em que o imposto não fora exigido. Porém, fica limitada a débitos consolidados de forma individualizada, por CNPJ ou Inscrição Estadual, em valores de até R$ 200.000.00,00 (duzentos milhões de reais).


O programa antes solicitava 20% no pagamento da primeira parcela, se for prorrogado pela ALE-RO vai continuar concedendo a oportunidade de quitar os débitos com o pagamento inicial de 5% do saldo devedor, para que o usuário possa aderir ao Refaz e conseguir a a redução de juros e multas.


Considerando o contexto social e os efeitos econômicos negativos decorrentes da pandemia da Covid-19, a prorrogação do programa incentiva a regularização para contribuintes que tenham sido penalizados pelo descumprimento de obrigações acessórias.

 

Por Revista Imagem | Texto: Larina Rosa

댓글


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
bottom of page