Empresa paulista vai coordenar pronto-socorro e ginecologia do Hospital Regional

Com experiência em diversos municípios do país, Medicando Serviços Médicos ofertará cinco médicos 24h.

Revista Imagem - Vilhena-RO |22/06/2021 - 09:00


A partir da meia-noite o pronto-socorro e os setores de ginecologia e obstetrícia do Hospital Regional de Vilhena (HRV) passarão a ser coordenados pela paulista Medicando Serviços Médicos. A empresa oferecerá três médicos no pronto-socorro e dois médicos na ginecologia/obstetrícia (incluindo cirurgias), de forma ininterrupta, 24 horas por dia, bem como médicos para acompanhar pacientes durante transferências a outros municípios. A iniciativa da Prefeitura de Vilhena visa melhorar e ampliar a capacidade de atendimento da saúde municipal.


“O atendimento, no SUS, é o principal. Com esse investimento pretendemos elevar a qualidade e a disponibilidade de médicos no hospital, 24 horas por dia, 7 dias por semana. A empresa tem a responsabilidade de providenciar os médicos. Como ela tem mais liberdade para contratar e colocar os profissionais para atender, é mais ágil e evitará eventuais faltas de profissionais. Além disso, solicitamos que o atendimento seja o mais humanizado possível, pois o paciente tem dores, tem preocupações e tem medo, muitas vezes. Ele precisa ser bem recepcionado e bem tratado tanto no corpo como na alma”, explica o prefeito Eduardo Japonês.


Na ginecologia/obstetrícia havia já uma empresa atuante, que será substituída pela Medicando. No pronto-socorro, os médicos eram contratados através de plantões eventuais. Agora, com médicos oriundos de Cacoal, Ji-Paraná, Porto Velho, Vilhena e até mesmo outros estados, a nova empresa ressalta a capacidade técnica do seu corpo de profissionais, enquanto garante que deve implantar mudanças importantes na melhoria do serviço, especialmente na humanização da saúde.


“Temos um repertório bem amplo de serviços prestados, tanto aqui no estado de Rondônia, como em Florianópolis, em Santa Catarina, São José do Rio Claro e Porto Feliz, em São Paulo, Tapurá e Sapezal, no Mato Grosso, bem como a Justiça Federal. Queremos atender a população não apenas com bons médicos, mas com bons seres humanos, né? Que sabe acolher, ouvir e atender da melhor forma. E a empresa preza por essa qualidade de atendimento”, garante Diones Cavali, sócio-proprietário da empresa.


A enfermeira e secretária municipal de Saúde, Siclinda Raasch, destaca a relevância da ação. “Já convocamos todos os médicos aprovados do concurso. Tentamos também contratação por processo seletivo, mas não houve procura. Assim, fazer pela empresa, é uma maneira de garantir o atendimento. Já estamos nos preparando também para uma mudança no sistema de triagem, com a implantação de software para controle do Protocolo de Manchester de maneira visual a todos, em televisões na recepção. Com essa transparência, cada um poderá verificar sua posição na lista de prioridades da fila de atendimento e também entenderá que, muitas vezes, a Atenção Básica é um caminho mais adequado para procurar consultas em casos leves”, explica a secretária.

Marcelo Gomes, coordenador operacional, destacou a seleção dos profissionais para atuar no contrato. “Valorizamos muito a formação do profissional. Temos um processo seletivo interno rigoroso que garante qualidade, inclusive com monitoramento contínuo da prestação do serviço para que consigamos beneficiar adequadamente o paciente”, completa

Por Revista Imagem | Fonte: Semcom PMV

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS