Dia Mundial da Árvore: Projeto de plantio de ipês é iniciado em Vilhena

Secretaria Municipal de Meio Ambiente começou iniciativa no Museu Casa de Rondon.
 

Revista Imagem - Vilhena-RO | 22/09/2021 - 12:25


A Prefeitura de Vilhena inciou projeto de plantio de ipês nas áreas públicas de Vilhena nesta terça-feira (21), Dia Mundial da Árvore. A ação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) escolheu o Museu Casa de Rondon como ponto de partida do projeto, que contemplará avenidas, praças e áreas públicas em geral em diversos bairros com etapas semanais de plantio.


Da iniciativa participaram o secretário municipal de Meio Ambiente, Rafael Maziero, a vice-prefeita Patrícia da Glória, o presidente da Fundação Cultural de Vilhena, França Silva, e servidores da Semma.


"Neste Dia Mundial da Árvore, a pedido do prefeito Eduardo Japonês, escolhemos a flor símbolo do Brasil, o ipê-amarelo, e também ipês-brancos para comemorar a data com o início de uma atividade que será agora semanal. A partir de agora já temos pelo menos outros seis pontos a serem contemplados, sendo as praças dos bairros Orleans, São José e Bodanese, além de trechos das avenidas Brigadeiro, Melvin Jones e Presidente Nasser. Na sequência definiremos mais locais", comenta Rafael.


As mudas foram plantadas com gotejadores que darão maior garantia de resistência às plantas nesta primeira semana, vital para o estabelecimento adequado da muda no solo, com enraizamento rápido.


"Tenho memórias importantes da minha infância aqui nesse espaço e hoje participar desse projeto foi incrível. Vilhena é o Portal da Amazônia e temos de fazer jus a esse apelido, arborizando a cidade!", garantiu a vice-prefeita, Patrícia da Glória.


As mudas foram adquiridas com recursos provenientes de recomposição ambiental que moradores pagam ao solicitar cortes e podas de arvores na cidade, através da Semma.


O IPÊ - De acordo com o Instituto Brasileiro de Florestas, o pau-Brasil é a árvore nacional e o Ipê é considerado a flor nacional. Suas flores possuem forma de funil, como se fossem uma cornetinha, podem ser elas amarelas, roxas, rosas, brancas e até verdes. Floresce entre junho e novembro, começando pela cor roxa e rosa, depois o amarelo e por último o branco. Elas caem no decorrer de uma semana, cobrindo o chão com a sua cor.


O nome ipê origina-se da língua indígena tupi e significa casca dura. O mesmo também é conhecido como pau d’arco, porque antigamente os índios utilizavam a madeira dessas árvores para fazerem os seus arcos de caça e defesa.

 

Por Revista Imagem | Fonte: Semcom PMV

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS