Conab estima aumento de 88,5% da produção de algodão em Rondônia

Vilhena tem a maior área cultivada de algodão no estado, em torno de 6.500 hectares

Revista Imagem - Da Redação - 14/06/2020 11:53


Um aumento de 88,5% na área plantada de algodão no estado de Rondônia é o que aponta o 9º Levantamento da Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta semana.


A cultura, que foi implantada recentemente no estado, na safra 2018/2019, tem recebido adesão de vários agricultores e novas áreas vêm sendo plantadas.


Enquanto na safra passada foram cultivados 5.800 hectares, para esta safra está previsto o plantio de uma área 9.800 hectares, com produtividade estimada em 3.750 kg/ha. A produção deve atingir 36,8 mil toneladas de algodão em caroço, o que também é superior em 88,5% na comparação com o quantitativo colhido na última temporada.


O cultivo concentra-se nos municípios de Vilhena, Cabixi e Pimenteiras do Oeste. Vilhena tem a maior área cultivada de algodão em Rondônia, em torno de 6.500 hectares.


A semeadura do algodão encontra-se finalizada em todo o estado. O plantio ocorreu em lavouras onde foi colhida soja 1ª safra e cerca de 98% da área foi semeada no mês de janeiro e 2% em fevereiro. No campo, o estágio de desenvolvimento é de 10% com botões florais, 38% em formação da maçã, 46% em abertura da maçã (capulho) e 6% em maturação. 


A colheita está prevista para iniciar no fim deste mês e finalizar entre o fim de julho e o início de agosto. A operação é feita totalmente de forma mecanizada, após aplicação de dessecantes e desfolhantes.


Segundo a Conab, Rondônia possui duas algodoeiras em Vilhena e uma esmagadora em fase de implantação também no município. Cerca de 68% da produção da safra 2019/2020 já foi comercializada de forma antecipada, sendo que a pluma será vendida para o mercado externo e o caroço aproveitado na formulação de rações destinadas ao uso no confinamento de bovinos no próprio estado.

Fonte Conab


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS