Comerciante e esposa de apenado são presos por tráfico em Vilhena

Publicado em 12/05/2020 às 9h05

A operação da Polícia Militar em parceria com o Núcleo de Inteligência (NI) foi realizada na tarde desta segunda-feira (11). O Núcleo de Inteligência da Polícia Militar havia recebido denúncias de que em uma residência localizada na rua Everaldo Venceslau da Silva, no bairro Bodanese, estaria residindo a infratora Vania L. da S, que é esposa do apenado recluso do presídio Cone Sul, por nome Lucas S. S, de alcunha “Lucão” e que a mesma, estaria dando continuidade ao abastecimento do tráfico de drogas na cidade a mando de seu marido, e que a ela teria fortes ligações com a facção criminosa denominada Primeiro Comando da Capital (PCC).

As investigações se iniciaram e os militares avistaram Vania saindo da residência onde mora pilotando uma motocicleta Honda CG Titan de cor preto com placa de Rio Branco/AC, sendo iniciado o acompanhamento da mesma. Foi então que Vania encostou a motocicleta em frente ao mercado Fortaleza, localizado na rua Jandaia, no bairro Parque Cidade I; do qual o infrator Valcir S. A, é proprietário e suspeito de tráfico, sendo que existem denúncias de que o mercado seria ponto de tráfico de entorpecentes. Os policiais puderam visualizar o momento em que Vania tirou algo da mão e passou para Valcir, recebendo dinheiro na sequencia, sendo que com isso, os policiais da inteligência solicitaram apoio das demais radiopatrulhas para realização da abordagem. A guarnição comandada pelo Sargento PM Wagner, tendo como patrulheiros o Soldado PM Ricardo e SD PM Cole, se deslocaram com brevidade e efetividade ao local e viram o momento em que Valcir jogou algo para o outro lado da rua antes de ser abordado e correndo para dentro do mercado, jogando o celular contra o chão e danificando-o para talvez, esconder possíveis provas de crimes. Fora constatado que o que havia sido jogado por Valcir tratava-se de um invólucro entorpecente de crack pesando 55 gramas e com ele foram apreendidos a quantia de R$844,00. Já em abordagem a infratora Vania, está também jogou o celular no chão com intuito de quebrá-lo, sendo que em sua posse foram apreendidos a quantia de R$ 1.050,00 que havia recebido de Valcir, proveniente da venda de drogas. Com um suspeito por nome Marcelo P. G fora apreendido a quantia de R$ 220,00 e dois aparelhos celulares, sendo que este declarou ser usuário de drogas e proprietário de uma tabacaria no setor 06, não sabendo explicar o que fazia no local, apresentando várias versões a polícia. A equipe do canil da Polícia Militar, onde os cães K9 Apollo e K9 Radar acompanhados da Sargento PM Rosaria e do SD PM J. Silva realizaram abordagem no local, sendo que o cão K9 Radar indicou que em umas caixas próximo ao caixa do mercado haviam entorpecentes, sendo encontrado 100 gramas de cocaína; ocasião em que Valcir recebeu voz de prisão por tráfico de drogas. Posteriormente, a polícia junto com os cães policiais foram até a casa da infratora Vania, onde abordaram os suspeitos Geremias P e a suspeita Liliane A. G que cuidavam da bebê de 01 ano e quatro meses, filha da traficante. No local, os cães indicaram a presença de drogas e os policiais militares apreenderam três invólucros entorpecentes grandes de cocaína, outros dois de cocaína em outro cômodo e outro de pasta base de cocaína em mais outro cômodo, que totalizaram 235 gramas de cocaína e 40 gramas de pasta base de cocaína (crack). Ainda no quarto de Vania, os policiais apreenderam a quantia de R$ 8.260,00 (Oito Mil Duzentos e Sessenta Reais) provenientes do extenso comércio de drogas na cidade de Vilhena/RO, além de uma balança de precisão, uma máquina de passar cartão e um aparelho televisor sem nota fiscal. Os policiais se deslocaram até à casa de Geremias e Liliane, localizada na rua 1.508 do bairro Cristo Rei, onde foram apreendidos um invólucro de maconha pesando 07 gramas e um invólucro de crack totalizando quase dois gramas e estes afirmaram serem usuários de drogas, mas preferiram se calar ao serem questionados se tais drogas haviam sido adquiridas por eles da infratora Vania. Diante de tantas evidências e confirmações dos crimes, os policiais militares prenderam Vania e Valcir por tráfico de drogas e associação criminosa, bem como, detendo os demais envolvidos para averiguação e acionando o Conselho Tutelar para entregar a bebê de Vania. Todo o caso foi registrado na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), onde os advogados dos envolvidos presenciaram o registro da ocorrência, sendo que o delegado plantonista deve tomar as medidas cabíveis que o caso requer. Foram apreendidos o total de R$ 10.374,00 (Dez Mil e Setenta e Quatro Reais) provenientes do tráfico de drogas. Vale ressaltar que tal operação se deve graças aos esforços de todos os policiais militares do 3ºBPM, sejam estes patrulheiros, componente de radiopatrulhas e investigadores do Núcleo de Inteligência que buscam levar a sociedade a garantia da segurança pública e o restabelecimento da ordem pública e do fiel cumprimento das Leis e repressão ao crime organizado ou não e severa repressão as drogas e a violência de modo geral.

Fonte: Rota Policial News
Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS