Câmara aprova Passe Livre criado pela Prefeitura para estudantes de Vilhena

Vereadores elogiaram ação da Prefeitura, que investirá quase R$ 1 milhão na iniciativa em benefício de estudantes e pessoas de baixa renda.
 

Revista Imagem - Vilhena-RO | 29/03/2021 - 10:10


Os vereadores de Vilhena elogiaram e aprovaram por unanimidade o projeto elaborado pela Prefeitura de Vilhena que cria o programa Passe Livre em benefício dos estudantes do município, feito a partir de sugestão do corpo jurídico da concessionária Transpaim, responsável pelo transporte coletivo da cidade. Será investido quase R$ 1 milhão na iniciativa, que prevê compra de 17.500 passes em benefício de estudantes da rede pública e privada, além de pessoas de baixa renda registradas no CadÚnico. A medida atende também alunos do Ifro (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), que se emocionaram hoje com a aprovação da lei na sessão, resultado de suas tratativas iniciadas recentemente no gabinete do prefeito.

“Parabenizo o Aremilson Oliveira, diretor do Ifro, pela liderança neste processo, bem como os professores, alunos e a instituição. Infelizmente a empresa não conseguiu dar continuidade nesse trabalho e vocês correram para resolver. Quero parabenizar também o Executivo por agilizar esse projeto. O Ifro é uma instituição respeitada e nosso apoio é fundamental. É um momento de felicidade para nós sabermos que este problema está sendo solucionado”, garantiu o presidente da Câmara, Ronildo Macedo.

Samir Ali, vice-presidente da Câmara, também usou a palavra para comemorar o projeto. “Parabenizo os alunos pela movimentação, de ir até o gabinete do prefeito. Em menos de duas semanas já temos o problema sendo resolvido. O Ifro tem grande relevância no município e por contar com vocês na cidade só temos a ganhar”, disse.

A professora e vereadora Vivian Repessold destacou o papel do prefeito Eduardo Japonês e do diretor do Ifro, que esteve na sessão. “Quero parabenizar você, Aremilson, os professores e alunos. Vou evidenciar sua atitude de gestor, que viu a problemática e procurou solução. A Educação é sempre uma luta, estaremos lutando. Parabenizo também o prefeito Eduardo Japonês que tão prontamente resolveu o problema. E parabenizo o prefeito pois foi muito sábio em agir nessa questão, principalmente na volta às aulas presenciais. Seria muito ruim se não conseguíssemos resolver”, afirmou.

Pedrinho Sanches ressaltou a ação de Japonês em prol dos estudantes. “Quero reconhecer a grandeza do prefeito Eduardo Japonês, que viu a reivindicação, fez o projeto e todos os vereadores votaram favorável. Fico feliz em votar um projeto neste momento tão gratificante para o município de Vilhena”, enfatizou.

O policial civil e vereador Wilson Tabalipa lembrou que o problema surgiu em fevereiro. “Em fevereiro a Transpaim informou que não iria mais fazer esse serviço e aí começaram as tratativas. Parabenizo a todos pelo desfecho. Tem alguns alunos da zona rural que estão na busca de solução junto da Seduc para conseguir uma van que atenda a esses estudantes, devido ao horário não ser compatível. E estou acompanhando para buscar resolver também. O Ifro é uma grande instituição, que forma os futuros profissionais da cidade e do país. É muito gratificante aprovar esse projeto”, ressaltou.

Ex-estudante do Ifro, o vereador Dhonatan Pagani, elogiou a Prefeitura pela rapidez na solução do caso. “Se eu li Maquiavel com 15 anos de idade foi porque a professora Valéria do Ifro me orientou. É uma instituição importantíssima. Comecei a participar da articulação na segunda-feira, 21 de março, e essa será uma grande evolução para os estudantes. Embora para alguns possa parecer pouco o dinheiro do passe, para outras será de muita ajuda. Parabéns a todos os envolvidos, aos vereadores e ao prefeito Eduardo Japonês por prontamente estar disposto a resolver esse problema”, salientou.

SUGESTÃO DA EMPRESA - Em 21 de fevereiro a empresa responsável pelo transporte informou que não retornaria ao serviço sem elevação considerável da tarifa e já no dia 24 pediu também aporte financeiro de R$ 90 mil/mensais para retomar as atividades. Foi marcada reunião para encontrar a solução mais rápida e no dia 4 de março o corpo jurídico da empresa apresentou aos representantes jurídicos da Prefeitura e da Câmara a minuta de projeto de lei “Passe Livre Estudantil” de Ji-Paraná. Na oportunidade foi solicitado pela Transpaim prazo até 19 de março para reorganização estrutural da empresa. Assim, em 17 de março a empresa foi notificada para voltar às atividades em 48 horas. No dia seguinte a empresa informou que retornaria o funcionamento das rotas no dia 19. Ainda no dia 18 a Prefeitura solicita os documentos necessários exigidos em contrato para realizar o reajuste da tarifa por decreto.

Mesmo assim, foram realizadas mais duas reuniões, no Ministério Público e no gabinete do prefeito, em 21 e 22 de março, respectivamente, para acertar detalhes do projeto “Passe Livre - Pró-Passe” trazido pelo corpo jurídico da empresa com embasamento no texto jiparanaense. Elaborado pela Procuradoria Geral do Município com auxílio do Gabinete durante toda a semana passada, o projeto de lei entrou em pauta nesta segunda-feira, 28, e foi aprovado por unanimidade, sob elogios dos parlamentares.

INVESTIMENTO - Fruto de recursos próprios, o recurso a ser investido está dividido em R$ 567 mil da Secretaria Municipal de Administração e R$ 378 mil da Secretaria Municipal de Assistência Social, num total de R$ 945 mil. A lei autoriza a compra de 10,5 mil passes para estudantes e 7 mil para pessoas de baixa renda cadastradas no CadÚnico, do Governo Federal. A lei passa agora para sanção do prefeito Eduardo Japonês e entrará em vigor assim que publicada. Nova divulgação ampla será feita com o texto da lei em vigor, rotas e pontos de parada.

 

Por Revista Imagem | Fonte: Semcom PMV

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
AnuncieAqui_edited.jpg
Expressa.jpg
AnuncieAqui_edited.jpg
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS