Brasil registra mais de 1,1 mil mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

Total de óbitos identificados oficialmente chega a 95.819, com 2.801.921 infecções pelo novo coronavírus

Revista Imagem - Publicado em 04/08/2020 20:48


Dados revelados Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados nesta terça-feira (04/08) revelam que o Brasil teve 1.159 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o total de óbitos pela doença oficialmente identificados chegou a 95.819. De acordo com a contagem realizada pelas secretarias estaduais, o país ainda registrou 51.786 novos casos, elevando o total para 2.801.921.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de mortes nas últimas 24 horas seria de 1.154, com 51.603 novos casos, apesar de a contagem total de óbitos e infecções coincidir com os números divulgados pelo Conass. De acordo com o órgão, 1.970.767 pessoas se recuperaram na doença.

Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país, no entanto, alertam que os números reais da doença devem ser maiores em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação. O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de casos de covid-19 oficialmente notificados, atrás somente dos Estados Unidos, que superaram a marca de 4,7 milhões de infecções. O país também ocupa a segunda posição no mundo em relação ao total de óbitos, também atrás dos EUA, que acumulam mais de 156 mil mortes.

No cálculo levando em conta a população, o Brasil aparece em 11° lugar, na avaliação da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos. Nações europeias duramente atingidas pela doença, como o Reino Unido (69,63) e a Bélgica (86,24), ainda aparecem bem à frente, mas esses países começaram a registrar seus primeiros casos entre três e quatros semanas antes do Brasil.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, 696 mil pessoas já morreram de covid-19 no mundo. O número de casos identificados chega a 18,3 milhões em todo o planeta.

Por Deutsche Welle


Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS