Bolsa família tem atendimento suspenso, mas benefício continuará sendo pago

Portaria do Ministério da Cidadania suspendeu atendimento presencial por 90 dias. Em Vilhena atendimento será por WhatsApp.

Revista Imagem - Vilhena-RO | 26/01/2021 - 14:25


O Ministério da Cidadania publicou portaria no dia 15 de janeiro suspendendo todos os atendimentos presenciais do Bolsa Família e Cadastro Único por 90 dias em todo o país devido à pandemia do novo coronavírus. Mesmo assim, o Governo Federal garante que nenhum benefício será bloqueado.


O secretário de Assistência Social, Rafael Reis, explica que o recadastramento, feito anualmente na Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), não será realizado neste período. “O pagamento é suspenso quando o cadastrado apresenta alguma ocorrência do tipo: falta na escola, falta na pesagem do posto de saúde e atualização do Cadastro Único, mas neste momento delicado o Governo Federal suspendeu essas atualizações e com isso, durante esse período, o benefício não será cortado pela falta desses itens”, explica Rafael.


Depois desses 90 dias, caso a situação ainda esteja crítica, serão utilizados os dados mais recentes disponíveis da Taxa de Atualização Cadastral (TAC) e da Taxa de Acompanhamento da Frequência Escolar (TAFE), mantendo suspensa a atualização da Taxa de Acompanhamento de Saúde (TAS), por mais 90 dias.


Para mais informações a Semas disponibilizou o número 3321-1232 como Whatsapp oficial da secretaria para atendimento on-line no setor do Bolsa Família.

Por Revista Imagem | Fonte: Semcom PMV

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS