Artesãos criam a 1ª Feira Virtual de Artesanato no Cone Sul de Rondônia

Fonte: Sebrae


Em Vilhena, a crise provocada pelo Novo Coronavírus atingiu um evento que sempre garantiu renda aos artesãos. uma feira de artesanato que acontecia tradicionalmente na Praça Nossa Senhora Aparecida, duas vezes por mês, deixou de ser realizada. Na opinião de Hurby Santos, chefe de Oficinas e Eventos Artesanais em Vilhena, “Sem a feira, os artesãos perderam o espaço de integração, exposição e venda de seus artigos. Pensamos encontrar alternativas para atender clientes, então procuramos a unidade do Sebrae em Vilhena, para estabelecer parceria e ainda com a Fundação Cultural.” Hurby se preocupa bastante com a diminuição da contribuição marginal das peças, por isso entende que a feira auxilia na campanha “compre do pequeno , não ao atravessador”, “que compra do artesão por um preço mínimo e revende dizendo que foi ele quem fez a um preço caríssimo deixando o artesão no prejuízo, dar um presente artesanal é uma atitude exclusiva e feito com muito amor , compre do artesão”, afirma Hurby. Para Cristiane Arruda, analista do Sebrae, “O dia das mães sempre resultou em um ótimo período para venda de artesanato, afinal presentear com algo feito manualmente e com muito carinho é uma excelente opção. Mas esse ano as coisas estão diferentes e, por esta razão, junto com as artesãs decidimos realizar a feira. Estamos com uma equipe que reúne um grupo de 51 expositores, com grande diversidade de produtos e com representantes de todo Cone Sul do estado de Rondônia e pode ser acessada pelo Facebook em "Feira Virtual de Artesanato Território Conesul de Rondônia" ou no Instagram "Feira virtualtconesul”, completa Cristiane. É claro que existem regras para participação, dentre elas os critérios para pagamentos, que podem ser feitos com cartão de débito ou crédito. A equipe de coordenação orientada pelo Sebrae demonstra organização e boa gestão e as peças recebem um tratamento visual esmerado para serem apresentadas online, com os detalhes explicados em cards nas redes sociais. As publicações têm fotos e contato para que o cliente possa se comunicar com o produtor da peça e além de estarem na página da feira, também são compartilhados nas páginas de todos. Para Charif Mohamed, do escritório do Sebrae em Vilhena, “O Sebrae estabelece essas parcerias de apoio aos pequenos negócios, em especial ao artesanato, que pretende inclusive atender outros estados de forma remota para superar as dificuldades provocadas pela Covid19, dessa maneira gerar renda para os artesãos dos sete municípios que participam desse primeiro evento”. E tem mais novidade, para celebrar essa data especial a Feira está com a edição Especial dia das Mães, onde o consumidor pode contar com um desconto especial até o dia 16 de maio.

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS