Ambulatório Covid-19 atende quase 1,7 mil sintomáticos em uma semana

Unidade funciona das 7h às 19h, todos os dias, inclusive fins de semana e feriados, ao lado do CEV.

Por Revista Imagem - 17/01/2021 17:22


Foram atendidas 1.683 pessoas com sintomas do novo coronavírus no Ambulatório Covid-19 durante os sete primeiros dias de funcionamento da unidade, que inaugurou na segunda-feira passada. Mantida pelos profissionais de Saúde da Atenção Básica, que deslocaram equipes dos postinhos de Saúde para o espaço, a nova unidade da Prefeitura de Vilhena tem ambulância de prontidão, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde e servidores administrativos.


“O paciente é recebido pelos agentes e então é consultado pelo médico. Recebe orientações, emite atestado, receitas e encaminhamento para teste. Em seguida retira seus medicamentos ali mesmo. Uma ambulância com enfermeiro fica o tempo todo disponível para levar os pacientes que precisem de internação na Central de Atendimento à Covid-19. É um fluxo que tem funcionado bem, com média de atendimentos de 240 pacientes por dia”, explica Clair Cunha, coordenador da Atenção Básica da Saúde de Vilhena.


De acordo com o coordenador do Ambulatório, João de Castro, nesta segunda-feira, 18, o fluxo de atendimentos reduziu em relação à segunda-feira passada. “No dia 11 tínhamos entregue 300 fichas até as 11h. Superlotou. Mas hoje até o mesmo horário foram entregues 115 fichas. Graças a Deus está diminuindo o fluxo. Esperamos que nesta semana tudo possa melhorar”, explica.


A unidade funciona ao lado do CEV (Centro de Especialidades Vilhenense), na esquina da avenida Nadir Ereno Graebin com a rua Genival Nunes da Costa, no Parque São Paulo. O atendimento ocorre todos os dias, inclusive fins de semana e feriados, das 7h às 19h para pessoas com sintomas de covid-19.

Por Revista Imagem - Fonte: Semcom PMV

Russi 1
Brandão 3
Expressa 3
Recco 1
CNA 1
Souza 1
Informe erro na matéria ou
envie sua sugestão de notícia

Mensagem enviada com sucesso! Entraremos em contato se for o caso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS